COMO CONSEGUIR A CIDADANIA ITALIANA

Na Itália, a nacionalidade se rege pelo princípio do jus sanguinis, segundo o qual é italiano aquele que tem um ascendente italiano, ou seja, você precisa ser descendente de um italiano e comprovar isto, através de documentos e certidões.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Para comprovar suas origens italianas, serão necessárias as certidões de nascimento, de casamento e eventualmente de óbito de todos os seus ascendentes, desde aquele que nasceu em território italiano até o próprio requerente. Lembrando que, nos documentos do seu ascendente que veio da Itália, precisa constar a certidão de nascimento italiana e a certidão negativa de naturalização, ou CNN.

Por exemplo, seu tataravô veio da Itália, então você vai precisar:

DOCUMENTOS DO TATARAVÔ: certidão de nascimento italiana, certidão de casamento, certidão de óbito, CNN.
DOCUMENTOS DO TRISAVÔ: certidão de nascimento, certidão de casamento, certidão de óbito.
DOCUMENTOS DO BISAVÔ: certidão de nascimento, certidão de casamento, certidão de óbito (se já faleceu).
DOCUMENTOS DO AVÔ: certidão de nascimento, certidão de casamento, certidão de óbito (se já faleceu).
DOCUMENTOS DO PAI:certidão de nascimento, certidão de casamento, certidão de óbito (se já faleceu).
SEUS DOCUMENTOS: certidão de nascimento.

PRECISA IR PARA A ITÁLIA PARA TIRAR A CIDADANIA?

O processo pode ser feito no Brasil ou diretamente na Itália, devido à grande demanda, os processos que correm no Brasil têm prazo de duração muito mais longo, podendo chegar a mais de 10 anos até sua conclusão. Por outro lado, na Itália o processo é mais rápido, aproximadamente 3 meses, pois pode ser realizado em qualquer “Comune” (equivalente, no Brasil, ao município), desde que o interessado seja residente naquela localidade. Outro detalhe, é o custo, na Itália, é (no mínimo) 3x mais caro de quando feito no Brasil, cada processo tem suas particularidades, mas as despesas com passagem e moradia influenciam muito essa diferença de valores. A equipe EUNAIT pode te ajudar em ambos os casos, converse com nosso consultor especializado e tire suas dúvidas.

PASSO A PASSO

1 - ÁRVORE GENEALÓGICA: para descobrir qual ascendente veio da Itália, você precisa conhecer a sua linhagem.
2 - BUSCA DE CERTIDÕES: depois de descobrir sua genealogia, você precisa reunir os documentos necessários para comprovar sua descendência. Lembre-se que as certidões precisam ser de Inteiro Teor.
3 - ANÁLISE DO TEOR DAS CERTIDÕES: com os documentos em mãos, é necessário analisar todas as informações, confira datas e nomes. Erros podem atrasar, e muito, seu processo, caso não sejam retificados antes de serem apostilados e enviados.
4 - TRADUÇÃO E APOSTILAMENTO: depois de montar sua pasta e conferir, você precisa traduzir esses documentos e apostilar, lembrando que o tradutor precisa ser juramentado.
5 - RESIDÊNCIA E VISITA: reunida toda a documentação, o interessado deve fixar residência na Itália e deve necessariamente estar registrado como residente do Comune (município) onde pretende realizar o processo. Após a visita do Vigile em sua residência, as certidões são apresentadas ao Comune.
6 - CIDADÃO ITALIANO: após a avaliação dos documentos e a chegada das Certidões de Não Renúncia, é assinado o livro de registros.
A equipe EUNAIT Cidadania oferece a você assessoria completa para o seu processo de reconhecimento da cidadania Italiana, desde a busca de documentos até a sua recepção e residência na Itália.

Precisa de ajuda em algum dos passos acima? Entre em contato conosco e faça um orçamento.